Loading...

OSSO TEMPORAL ARTIFICIAL

Conheça toda a história, iniciada no Serviço de Otorrinolaringologia do Hospital das Clínicas de São Paulo

Prof Dr Ricardo Ferreira Bento

Otorhinolaryngologist

Titular Professor of Otorhinolaryngology at FMUSP.

“With 35 years of experience in teaching dissection courses and more than 150 courses held in Brazil and in 23 countries,
I was impressed with the similarity of this piece when compared to the cadaverous piece”

Know Auris-Otobone

Auris Otobone® is an artificial temporal bone developed from a human CT, produced with a special material with density similar to a biological bone.

With difficulty in obtaining anatomical parts in corpses and with the increase in the number of specialists in educational institutes this is the ideal solution training.

Developed and tested in the laboratories of the medicine faculties of the USP and the Replicare-Medicina 3D

Currently available to doctors, educational institutions, students and companies for training implantable prostheses throughout Brazil and abroad.

Credits:

Prof. Dr Ricardo Ferreira Bento
Dra. Adriana Kosma Pires de Oliveira
Dra. Paula Tardim Lopes
Dr. Edson Leite Freitas
Dr. Fernando Balsalobre
Dr. Lucas Formighieri
Dr. Luiz Otávio de Mattos Coelho
Rafael Formighieri

Otobone

TECNOLOGIA E BENEFÍCIOS COMPROVADOS

As características físicas e anatômicas, bem como as possibilidades de sua utilização foram objeto de estudo junto a 25 médicos (fellows, assistentes e residentes da FMUSP e de outros serviços de otorrinolaringologia), que, após a dissecção, responderam questionários anonimamente.

Ao lado reproduzimos as estatísticas mais representativas (em percentual de aprovação).
Características gerais anatômicas externas 100%
Propriedades vibracionais com broca cirúrgica 88%
Similaridade da anatomia interna 84%
Adequação para utilização em treinamento cirúrgico inicial 92%

Seu objetivo é auxiliar no treinamento de cirurgias otólogicas

IDEAL PARA FORMAÇÃO DE RESIDENTES

1. Mastoidectomia Cavidades Aberta e Fechada
2. Reconhecimento das seguintes estruturas: Nervo Facial, Tuba Auditiva, Golfo da Veia Jugular, Ranhura do Músculo Digástrico, Antro, Ático, Cadeia Ossicular, Janelas Oval e Redonda, Seio Sigmóide e Canais Semicirculares

TREINAMENTO DE PRÓTESES IMPLANTÁVEIS

1. Implante Coclear
2. Próteses Ancoradas

IDEAL PARA RECICLAGEM DE ESPECIALISTAS

1. Acesso ao conduto auditivo interno
2. Timpanotomia Posterior
3. Descompressão do nervo facial
4. Labirintectomia